Menu

Nádia Duvall

Foco Galeria Nádia Duvall

Falling Trees#1, #2, #3,  2021 | Nádia Duvall

Pele de tinta, pastel seco e cabelos sobre Organza e luz

103.5×83 cm | cada

Foco Galeria Nádia Duvall

Falling Trees#3,  2021 | Nádia Duvall

Pele de tinta e pastel seco sobre Organza e luz

103.5×83 cm

Foco Galeria Nádia Duvall

Falling Trees#3,  2021 | Nádia Duvall

Pele de tinta e pastel seco sobre Organza e luz

103.5×83 cm

Foco Galeria Nádia Duvall

Vista da exposição Abalo II na galeria Foco, 2018

Foco Galeria Nádia Duvall

Vista da exposição Abalo II na galeria Foco, 2018

Nádia Duvall (n.1986), é licenciada em  Artes Plásticas pela Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha (ESAD), tem um Mestrado em Pintura pela Faculdade de Belas Artes de Lisboa, onde se encontra a realizar um Doutoramento em Pintura com a bolsa da prestigiada Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT). Tem a orientação dos professores e críticos Dr. Carlos Vidal e da Dra. Eduarda Neves. Duvall já foi galardoada com múltiplos prémios, nacionais e internacionais tais como: o Prémio REVELAÇÃO do Banif (2008) com os júris José Augusto França, Silvia Chicó e Rui Mário Gonçalves; o prémio/bolsa Arte, Ciência e Tecnologia da Ciência Viva e DG Artes com o projecto SKIN (2010); o Prémio Jovens Criadores do Centro Nacional da Cultura com o projecto de próteses intitulado de TITHEMI do heterónimo Helena Duvall (2016); neste mesmo ano é uma das seleccionadas para a shortlist do Prémio Paula Rego; e por fim, é uma das artistas portuguesas galardoadas com o Prémio Jovem Criação Europeia do Museu Amadeo de Souza Cardoso. A sua obra é essencialmente auto-biográfica, reflectindo sobre problemáticas actuais a partir da filosofia, religião e política, fundindo para isso a pintura, literatura, performance, escultura, escrita, som, vídeo e instalação. A heteronímia é o reflexo directo não só desse hibridismo como do contexto social e cultural. Duvall tem actualmente onze heterónimos. Criadora da editora Multiple Skins Editions onde dá voz as estes co-autores. Expõe regularmente desde 2006 tanto em colectivas como individuais.